[Tutorial] Como Vectorizar uma Imagem - Pt1

Este é mais um artigo numa série de artigos sobre os princípios da vectorização e como ela poderá ser feita. Pode consultar o nosso primeiro post que explica detalhadamente o que são vectores. Apresentaremos também de seguida um artigo que ensina a vectorizar uma imagem com maior detalhe e com um grau de dificuldade superior.

Este Tutorial é sobre vectorização com o uso de um dos mais populares editores gráficos que existe, o CorelDRAW.

O desenho escolhido para essa vectorização foi um personagem de jogo de video antigo. O Cool Spot. Um desenho bem simples para dizer a verdade. Vamos mostrar um tutorial passo a passo minucioso, com bastante figuras, para que nenhum detalhe seja perdido.

Após ler todo o conteúdo abaixo, conheça um tutorial de vectorização passo a passo com um desenho mais complexo. CLIQUE AQUI.

Vectorizar um desenho é muito importante pois, depois de vectorizados, podemos dimensionar, trocar cores e, principalmente, garantir a qualidade da impressão.
Segue o GIF do desenho escolhido.

Neste tutorial vamos vetorizar apenas o personagem. Escolhemos uma imagem relativamente simples para que não tenha muita dificuldade em assimilar os primeiros conceitos.

Faça aqui download do arquivo já vectorizado e com os quadros do passo a passo para que entenda melhor todos os processos da vectorização. CLIQUE AQUI. O arquivo está no formato CDR (CorelDraw a partir da versão 8).

As ferramentas utilizadas nesta vectorização serão as seguintes:
- Ferramenta Seleção (Essa é básica)

- Ferramenta Zoom (Outra ferramenta básica)

- Ferramenta Bézier (A melhor para marcar os pontos)

- Ferramenta Forma (Muito importante para definirmos as curvas)

- Converter linha em curva (Deixa as linhas rectas com opções para curvá-las, quando preciso)
- Ferramenta Interseção (Muito útil).

Vamos ao Tutorial.

01) Abra o CorelDraw e importe o GIF. Após inserir a figura, salve e dê um nome ao arquivo. Geralmente quem tem pouca experiência neste tipo de trabalho tem o péssimo hábito de fazer um trabalho e só salvar após concluir o design. Nada contra, mas se a máquina bloquear, o programa crashar ou houver uma falha de energia, vai ter que refazer todo o trabalho. Não gosto nem de pensar nisso..

02) Com a ferramenta Zoom  ou apertando a letra (Z), faça uma aproximação do desenho. O zoom é muito importante para definir melhor onde serão colocados os pontos (nós).

03) Agora vamos à escolha dos pontos. Selecione a ferramenta bézier . É com ela que tudo começa.

04) Antes de começar a escolher os pontos, é importante a escolha de uma cor para o contorno. De preferência, uma cor bem viva e que não seja muito predominante no desenho. Nesse caso, vamos escolher o AMARELO (meu preferido para essa função). Na barra de ferramentas CORES, clique com o botão direito do mouse na cor AMARELO.

Nota: Quando abrir uma janelinha de confirmação para mudança de cor, clique em OK. A partir daí, todo o contorno que fizer no desenho, virá com a cor AMARELO como padrão. Não se preocupe, a escolha vai deixar o amarelo como padrão apenas nesse arquivo. O Padrão geral em qualquer outro arquivo criado vai continuar sendo o preto.

05) Uma regra básica. Quando vectorizamos qualquer desenho, é muito importante começar pelas partes maiores. Nesse caso, temos que marcar, ponto a ponto, o contorno geral do desenho (cor preto). De novo com a ferramenta bézier, vamos começar pela parte do corpo.

Nota: De início, foram dados 8 pontos a partir do lado esquerdo (braço) até o outro braço. Veja na seta branca onde simulei com algumas bolinhas em vermelho. É muito importante encurtar o máximo possível os pontos dados no desenho. Vamos continuar.

06) Depois de marcar cada ponto do contorno, vejam como ficou.

Nota: Ao todo, foram dados apenas 76 pontos até o fechamento completo do contorno no mesmo ponto de onde começou. Poderia até ser uma quantidade menor de pontos, mas já é o suficiente.
07) Agora é que vai começar a brincadeira. Vamos começar a definir as curvas. Clique na ferramenta FORMA  ou clique F10.

08) A primeira coisa a fazer com a ferramenta forma é transformar todos os traços em curva (não que vá curvar, obrigatoriamente, cada um dos traços). Com a ferramenta forma selecionada, clique em quaisquer dos pontos ou linhas feitas pela ferramenta Bézier e aperte Ctrl+A. Vai ver que todos os pontos vão ser seleccionados simultaneamente. Agora, clique na opção converter linha em curva . Todas as linhas vão estar libertadas para serem curvadas. Mas não é obrigatório curvar todas, como já referimos.

Nota: Acontece que há muitos iniciantes e até mesmo profissionais de longas datas que utilizam essa ferramenta linha por linha quando precisam curva-las. Considero isso uma grande perda de tempo.
09) Agora é só começar a fazer as curvas nas linhas necessárias. Com a ferramenta FORMA seleccionada, clique, segure a linha no centro dos 2 pontos e puxe para o lado como se estivesse a formar uma barriguinha. Puxe até deixar como está na figura abaixo.

10) Na próxima linha, vamos fazer de uma outra maneira. Clique no centro da linha, segure e arraste até onde mostra a figura abaixo.

11) Como na figura abaixo, clique no ponto onde mostra a seta 1 e após aparecer os pontos imaginários, como mostra as setas 2 e 3, arraste-os até que o contorno cubra o limite do desenho.


12) Repitam os procedimentos de curva demonstrados acima em todas as outras linhas até que todo o contorno do desenho fique completo. É hora de salvar (Ctrl+S).

13) Agora é criar os pontos e fazer as curvas de todas as outras partes do desenho como: corpo (vermelho), Mãos (branco), botas (branco) e as formas restantes. Comecei pelo corpo e boca. Os óculos já faz parte do preto.

Nota: Cada parte feita em um desenho no CorelDraw, entende-se como objetos. Até agora, fizemos 6 objetos. Para fazer a boca basta usar a ferramenta Círculo.
14) Agora, passamos a vectorizar as mãos, braços e vamos partir para as botas. Após vectorizar o objeto que corresponde às sapatilhas e o círculo (ver figura abaixo), é preciso combinar os mesmos. Active a Ferramenta Seleção  e clique no objecto maior (bota). Agora, segure a tecla Shift e seleccione o círculo. Vai ver na barra de Status que o programa seleccionou "2 objetos em camada 1". Depois de seleccionados, clique na opção  COMBINAR ou clique no atalho Ctrl+L. Essa opção aparece na barra de propriedades quando a ferramenta seleção é activada e os objectos seleccionados. Como resultado da combinação, os 2 objectos tornaram-se um só. Se pintar esse objeto com qualquer cor, vai ver que o círculo vai-se manter inalterado. Depois faça o círculo que corresponde ao vermelho. Não se esqueça de salvar (Ctrl+S) uma vez mais. Não queremos que perca o trabalho todo.

15) Vamos ao macete da vez. Conheceremos uma ferramenta muito útil nas vectorizações. Nunca ninguém me mostrou esta técnica, aprendi com o tempo e a experiência, mas acredito que vários profissionais devem usá-la. Se você ainda não conhece, trate de aproveitá-la. É muito útil.
A bota tem uma cor mais escura. Faça a vectorização como mostrado na figura abaixo.

Nota: O contorno azul representa a parte mais escura. Seleccione a bota e esse contorno; depois utilize a opção interseção  . Agora apague o contorno que aqui está representado pelo azul. Agora termine a vectorização da outra bota.

16) Depois de contornar todo o desenho vem a parte mais divertida, COLORIR. Selecione todos os objetos desenhados e coloque ao lado do desenho original e mude a cor do contorno para o preto. Pode deixar em amarelo se preferir, mas ofusca um pouco a vista.

17) Clique em cada objeto e coloque uma cor igual ou parecida com o desenho original. Mas pode colorir a gosto. Todo o contorno (preto) vai ser colorido por último.

18) Agora, seleccione o contorno maior e pinte de preto.
Retire todos os contornos dos objectos. Seleccione todos os objectos com a ferramenta selecção e clique com o botão direito do rato na opção mostrada pela seta vermelha na figura abaixo.

19) Fim da vetorização. O que precisa agora é usar a ferramenta forma  para melhorar alguns pontos e contornos. Como o desenho foi feito a partir de uma matriz em GIF, é normal não acertamos alguns pontos e contornos de primeira, só vamos notar isso após colorir todo o desenho.

Tutorial por: Alan Melo - ExcelArtes

Ficou com alguma dúvida? Conseguiu seguir todos os passos da vectorização? Diga-nos o  que pensa.

estampagem têxtil

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest
Email

Uma resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Personalização Têxtil

Estamos disponíveis para te ajudar a criar a tua marca de roupa ou o teu merchandise personalizado com os teus próprios logótipos.

Trabalhamos para empresas e privados sem mínimos de produção.

Posts Recentes
Segue-nos