Tipos de Estampagem para T-Shirts (Video)

serigrafia

Existem vários tipos de estampagem que podem ser feitos em t-shirts e outro material têxtil. Para apresentar só algumas das opções, temos a serigrafia, a impressão directa, o flex de impressão, entre vários outros. Dentro da serigrafia temos a normal e temos, por exemplo, a quadricomia. Como poderá ver, há uma imensidão de formas de estampar uma imagem em t-shirts. Com algumas destas opções só poderemos fazer t-shirts em grande quantidade, com outras fazemos produções à unidade. Já tem a cabeça à roda e mais perguntas do que respostas? É normal e não é problema nenhum porque estamos aqui para responder a tudo o que precisar e ajudá-lo em todas as duas dúvidas.

.

Agora vamos dissecar um pouco mais as diferentes formas de estampagem:

.

A impressão directa é algo totalmente inovador. Imagine uma impressora como a que tem em casa (só que várias vezes maior). Agora imagine que em vez de papel ela imprime directamente em t-shirts ou qualquer outro artigo têxtil. Directamente! Sem películas plásticas e sem limites de cores! Sem perder qualidade após lavagem! Acima de tudo, sem mínimos de produção. Já está maravilhado? Imagine as suas produções limitadas de impressão de t-shirts? É caso para isso. É uma forma de estampagem extraordinária e inovadora e adivinhe, já está disponível na Maudlin Merchandise!

Quando usar a Impressão directa: Quando quer fazer produções de quantidades limitadas com qualidade semelhante à da serigrafia. Para trabalhos com ilustrações e imagens que requerem reprodução fotográfica.

.

  • Serigrafia

Quem é que nunca ouviu falar em serigrafia? Até pode nunca ter ouvido falar, mas de certeza que já viu t-shirts estampadas em serigrafia pois é o tipo de estampagem mais vista no mercado. Quando vai a uma loja comprar uma peça de roupa com estampagem, em grande parte dos casos essa peça foi feita em serigrafia. A qualidade é fantástica, a durabilidade é imensa! Parece que é um mar de rosas, não é? Mas não. Tal como tudo, tem as suas vantagens e desvantagens.

A cobrança da estampagem é feita tanto por cor como por tamanho. Quanto mais cores tiver a estampagem, mais caro fica. Quanto maior a estampagem, mais caro fica. Não aconselhamos ninguém a fazer mais do que digamos ... 4 cores numa estampagem. É sempre bom lembrar que qualquer mudança de tom é uma cor diferente. Também não é possível fazer sombras e degrades, etc etc. Outro dos pontos negativos é que tem quantidades mínimas muito elevadas para algumas pessoas. O nosso mínimo de produção para serigrafia é de 24 unidades. Em maior parte das outras estamparias este número sobe para 30/36/50 unidades.

Ainda assim, apesar destas limitações todas, aconselhamos sempre a serigrafia para trabalhos de médias e altas quantidades.

Quando usar a Serigrafia: Em médias e grandes tiragens de t-shirts quando têm poucas cores. Quando pretende qualidade.

.

  • Selecção de Cores / Quadricromia

A quadricromia é uma variante da serigrafia que nos permite fazer impressões semelhantes às da impressão directa digital mas com maior durabilidade. Vejamos deste ponto; a impressão directa é aconselhada para baixas quantidades, a selecção de cores é para altas quantidades.

A selecção de cores é feita através das mesmas máquinas que fazem a serigrafia e apresenta exactamente a mesma qualidade das anteriores mas através de técnicas pioneiras, conseguimos reproduzir imagens com dezenas de tons com excelente qualidade.

Quando usar a Selecção de cores: Em encomendas a partir de 50 unidades em que a imagem tenha sombras/degrades.

.

O flex é uma boa opção essencialmente para trabalhos urgentes em que a qualidade visual não é um factor muito importante. Não estamos a dizer que é uma estampagem sem qualidade, nada disso, até porque em bastantes casos a aconselhamos; mas entre as que apresentamos agora é sem dúvida o patinho feio.

Utilizamos o flex de impressão em trabalhos que têm muitas cores ou quando pretende tiragens pequenas (sendo uma impressão digital, não há limites de cores). O flex é taxado pelo tamanho da estampagem e como já explicámos num artigo anterior, trata-se de uma película transparente em que imprimimos a imagem numa impressora eco-solvente de alta qualidade; a imagem é recortada através de um plotter - o plotter descobre linhas da imagem e efectua o recorte das mesmas para que não fique com um rectângulo - e posteriormente é aplicado nas t-shirts (ou outras peças) a quente, através de uma prensa.

Quando usar o flex de impressão: Baixas quantidades (até 20/30 unidades) e trabalhos urgentes.

.

Como bónus, fizemos recentemente um vídeo onde falamos e demonstramos um pouco mais sobre os nossos métodos de personalização.

..

Ficou com alguma dúvida? Precisa de algum esclarecimento? Não focámos algum ponto no post que gostaria de ver respondido? Comente.

.

.

estampagem têxtil

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest
Email

31 respostas

  1. Pingback: Anónimo
  2. Olá sua aula foi excelente,. Gostava de saber como se faz a estampagem em T-shirts que depois fica em borrachadas na propria t-shirt , quero eu dizer ficam as t-shirts muito fixes .

    Cumprimentos

    Francisco Freire

  3. Gostaria de saber sobre a qualidade da impressão direta, ja que você diz que a serigrafia tem alta qualidade de estampa e o transfer tem baixa qualidade de estampa, porem não diz nada sobre a qualidade da impressão direta

  4. a impressão directa digital apresenta bastante qualidade, é sem dúvida a melhor opção para baixas quantidades (com muitas cores) quando se quer bastante qualidade. O grande problema da impressão digital é o custo; uma t-shirt pode facilmente chegar aos 17/20€ o que não é o ideal para grande parte dos nossos clientes.
    Nós continuamos a aconselhar juntar um pouco mais de dinheiro e estampar em serigrafia ou selecção de cores.

  5. como assim, borrachadas? o transfer digital fica com uma película que pode parecer borracha para algumas pessoas; também já ouvi pessoas referirem-se à serigrafia nos mesmos termos.

  6. blog muito bom mesmo !!! estou abrindo uma estamparia e estou tentando criar uma marca este blog me esclarececeu muitas duvidas que eu nunca saberia onde encontrar com certeza o blog traz o conhecimento a todos sobre serigrafia .parabens mais uma vez e obeigado .

  7. boas... olha axei mt fixe o teu blog... ajudas.t imenso e tirei algumas duvidas. mas queria uma dica pa iniciantes. que material axas que devo começar? aconcelhas alguma marca ou site?

  8. Gosto mais de serigrafia. O transfer nunca me agradou muito. O resultado serigráfico, ao meu ver, tem mais qualidade

  9. no que toca à impressão directa e quando diz que "uma t-shirt pode facilmente chegar aos 17/20€", isso significa que a tabela que têm no v/ site para este tipo de impressão está errada. Certo?
    Por acaso tb achei estranho apresentarem os mesmos preços que para Transfer Digital...:-)
    Talvez fosse bom corrigirem.

  10. Bom, este artigo já tem mais de um ano e a impressão directa é algo que tem evoluído imenso; a tabela que temos no site está correcta neste momento. O preço é o mesmo que o transfer digital para as peças brancas, mas para as escuras este valor já sobe bastante. Num mínimo de 5 unidades com impressão à frente e atrás em 20x30cm, o custo - já com IVA - vai para perto dos 17€.. mas há configurações mais baratas 🙂

  11. concordo, embora tenha de ressalvar que há situações (um mix de quantidades baixas e determinado tipo de imagens) em que aconselhamos também o transfer e em que o cliente não fica pior servido do que com a serigrafia. Temos actualmente em máquina pelo menos dois trabalhos com essas características.

  12. Olá!!! Será que me podiam explicar o que é a selecção de cores??
    Obrigada

  13. Olá. agradeço desde já a detalhada informação, quanto ao transfer quais são os seus grandes problemas? Ao fim de várias lavagens a qualidade da estampagem vai-se perdendo? E a qualidade da estampagem em termos de cor é inferior?

  14. Um dos problemas do transfer digital é mesmo a durabilidade da t-shirt. podia estar aqui a falar durante horas sobre a qualidade do transfer; tem as suas vantagens e desvantagens dependendo da impressão.

    Quanto maior for o tamanho da impressão, maior será a perda de qualidade. Pense numa folha a ir à máquina e a ser dobrada e puxada e enrolada uma e outra vez.. agora pense em 20 lavagens a sofrer esses absusos. Não consegue durar muito.. já se for uma impressão mais pequena vai durar muito mais porque há menos área de papel. a nível de cor não vejo qualquer problema

  15. Boa tarde.
    Estou a iniciar um projeto de arranjos de costura e gostaria tamb

  16. Boas, gostava de saber quais os tipos de tecidos se pode aplicar a serigrafia.
    Isto é, a serigrafia só se pode aplicar em t-shirts??

    Parabéns pelo blog!

    Cumprimentos.

  17. Bom dia Nuno, em teoria a serigrafia pode ser aplicada em todos os têxteis; claro que existem algumas limitações em peças de nylon e poliéster, mas desde que sej 100% algodão não é preciso preocupar-se

  18. Boa tarde,estou a pensar abrir uma loja com artigos estampados,pelo que não é para fazer muitas quantidades de cada peça.Gostaria de saber que tipo de maquinaria preciso e quais as técnicas mais adequadas,obviamente prezo também a qualidade do serviço,não tentando vender gato por lebre.
    Desde já os meus parabéns pelo blog,está muito bom.
    Cumprimentos,
    Luís Sousa

  19. Olá Luís, depende um pouco do capital disponível e do que pretende fazer. Para começar irá precisar sempre de uma prensa térmica (~1000€). A nível de impressão pode optar por impressão directa (~15.000€) ou flex de impressão (plotter de impressão e corte por ~10.000€). Caso tenha imagens vectoriais e apenas a 1 cor pode optar por uma plotter de corte que lhe custará sensivelmente 1000€.
    Qualquer uma destas opções lhe garante qualidade, depende do investimento que puder fazer e do tipo de acabamento que pretender. Pode ler um pouco sobre estas duas opções aqui no blog, temos artigos que falam nisso.

  20. gostaria de saber qual é o material usado para estampar camisetas que fica como se fosse a própria serigrafia, ou seja não fica com a impressão de emborrachado ?

  21. Boa tarde
    eu tenho umas t-shirts e gostaria de saber qual tecnica foi usada
    Pois a peça é inteira estampa, como se fosse o próprio tecido, eu reparei tambem que em todas tem uma marca na maga, como se fosse prensado.
    Qual tecnica é essa?

  22. Olá Aline, muito provavelmente será sublimação. É algo que aqui não falamos porque não trabalhamos com sublimação, mas certamente tem uma t-shirt 100% poliéster e a sublimação é quase um transfer gigante em cima (o princípio é o mesmo). A diferença é que num transfer fica uma película, na sublimação apenas há transferência da tinta. É um princípio fantástico, muito próximo da impressão directa mas por enquanto ninguém me convence a utilizar t-shirts de malha artificial.

  23. Saudações de Riga!
    Obrigado pela informação útil!
    Obrigado!

  24. Bom dia,

    Na utilização de Flex de Impressão quando devemos utilizar o Flex Branco e o Flex Transparente? Quais as vantagens de cada um deles e para que fins servem?

    Obrigado.

  25. Olá Albertino. Não conhecemos flex transparente, todo o flex de impressão que utilizamos e conhecemos tem fundo branco (ou de outra cor, se for flex de corte). Por norma começamos com uma base branca, imprimimos e cortamos na plotter de corte.

    Estará a falar dos transferes para impressoras em toner, talvez, que são um material muito diferente?

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Personalização Têxtil

Estamos disponíveis para te ajudar a criar a tua marca de roupa ou o teu merchandise personalizado com os teus próprios logótipos.

Trabalhamos para empresas e privados sem mínimos de produção.

Posts Recentes
Segue-nos