Quando utilizar o Flex de Impressão (Video)

O flex de impressão é uma boa forma de estampar t-shirts em baixas quantidades. A ausência de custos fixos (ao contrário da serigrafia) faz com que seja o ideal para pequenas tiragens.

.

Outra das vantagens do flex é não haver limites de cores na sua impressão, o que significa que estampar t-shirts quer com uma ou a um milhão de cores terá exactamente o mesmo preço. Ao invés, o flex é taxado pelo tamanho da impressão; quanto maior for a impressão, mais caro ficará o trabalho.

.

O flex de impressão sempre foi um patinho feio e mal amado por grande parte dos clientes pois consideram que a qualidade e a durabilidade do material são muito baixas, algo que neste momento já não é verdade. De facto o transfer digital caseiro que se compra nas lojas (e que é colado com um ferro de engomar) é de qualidade extremamente baixa e irá sair ou ficar com mau aspecto em muito pouco tempo. O mesmo acontece em grande parte dos transferes aplicados em lojas de centro comercial uma vez que regra geral são impressos numa impressora a laser com tintas que não estão preparadas para lavagens. Nós, como estamparia que somos, utilizamos um tipo de folha de flex industrial que permite que as peças sejam lavadas com regularidade sem perda de qualidade de imagem (desde que sejam seguidas as instruções de lavagem)*.

.
MAS COMO FUNCIONA O FLEX?

 

De forma muito simplista e básica, pegamos na sua imagem, vectorizamos e colocamos num programa que nos irá dizer como é possível efectuar o corte da mesma (por vezes este corte não é possível). Quando estivermos satisfeitos com o resultado, enviamos para um plotter de impressão corte (uma impressora gigante que imprime a imagem ao mesmo tempo que a corta), que irá fazer o trabalho pesado todo. Esta impressora utiliza tintas ecosolventes para uma melhor qualidade e durabilidade das impressões.

Após a impressão e corte da imagem, pegamos na película com a sua imagem e colocamos numa prensa térmica onde aquecemos a 160 graus para que a imagem fique colada à sua peça. Em muitos casos a imagem mal se sente na camisola.

.Flex de Impressão

 

QUE TIPO DE IMAGEM UTILIZAR

Uma das grandes vantagens do flex é não ter qualquer limite de cores; isto permite a impressão de uma grande variedade de imagens; no entanto nem todas as imagens são adequadas para utilizar com esta técnica. Como poderá verificar acima, uma imagem que tenha uma margem à sua volta será sempre o ideal já que nos facilita imenso o corte e aumenta a qualidade final do trabalho. Já imagens como a apresentada abaixo não nos permite efectuar um corte, essencialmente porque não há onde cortar (a ideia geral da imagem é ir desvanecendo).

Flex de Impressão

Neste caso específico não temos outra opção senão deixar um rectângulo na imagem, dando um aspecto não muito agradável ao trabalho.

.

Quando utilizar o flex:
- pequenas tiragens (de 1 a 49 unidades);
- imagens com um número elevado de cores;
- trabalhos em que a questão do preço se sobrepõe à qualidade do trabalho;
- para acções promocionais pontuais.

 

.

*a perda temporal de qualidade de imagem é uma realidade em qualquer tipo de estampagem, independentemente de ser flex, serigrafia, impressão directa ou qualquer outra técnica. Aconselhamos sempre o maior cuidado na utilização e na lavagem das suas t-shirts para que maximize a durabilidade das mesmas.

.

estampagem têxtil

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest
Email

7 respostas

  1. desde ja meu parabéns pelo vosso trabalho.

    Gostaria de obter alguma ajuda se possível.

    Na primeira imagem que tipo de papel é?

    Da para tipo imprimir imagem numa injekt print normal e depois cortar no plotter?

    Desde ja agradeço a vossa atenção

    Obrigado

  2. Muito obrigado André; ora bem, não é muito aconselhável imprimir numa inkjet, principalmente a nível de qualidade/durabilidade. as tintas das impressoras normais não são as mais resistentes, por isso qualquer impressão acaba por perder qualidade MUITO rápido. O papel que encontra para uso caseiro também não é do melhor (bem pelo contrário)
    Também não é possível imprimir e colocar posteriormente num plotter; isto porque o corte do plotter é automático e em conjunto com a impressão.

  3. Belo trabalho. Gostaria de saber quais os tipos de cores de camisetas que se podem usar nas estampas "frias" e quais os tipos de cores que se podem usar em estampas "quentes" e no transfer é somente em branca?

  4. da para vender camisas feitas pela impresora injekt print normal?

  5. É possível fazer mas a durabilidade será sempre baixa; a impressão por inkjet (normal) é feito a pensar em papel, não em lavagens.

  6. Olá boa tarde

    Tenho uma prensa térmica que me foi oferecida e já tenho feito algumas t shirts em vinil flex/flock e por ai fora.
    Na parte da impressão já testei com flex de impressão mas não gostei do acabamento, fica muito "aborrachado",
    qual seria a melhor opção para fazer uma t shirt de vez em quando mas que me desse outro tipo de acabamento, estas experiencias que fiz não me agradaram mesmo nada a nível do toque, em termos de imagem está muito boa(impressa numa maquina de impressão digital de grande formato).
    Agradecia a dica

    Cumprimentos

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Personalização Têxtil

Estamos disponíveis para te ajudar a criar a tua marca de roupa ou o teu merchandise personalizado com os teus próprios logótipos.

Trabalhamos para empresas e privados sem mínimos de produção.

Posts Recentes
Segue-nos