Como financiar a criação de uma marca de roupa? (video)

.

TRANSCRIÇÃO

.

Olá pessoal,

Jorge Vieira mais uma vez para a Maudlin Merchandise com mais um vídeo. E eu hoje vou-vos falar de como financiar uma marca de roupa.

.

Naturalmente os primeiros passos são sempre muito difíceis. Saber como financiar a criação de uma nova marca é uma das coisas mais difíceis, inventar dinheiro onde ele não existe e eu hoje vou falar aqui de 1, 2, 3, 4, 5 pontos em tópicos, 5 formas de conseguir gerar algum dinheiro para começar a tua própria marca de roupa. Espero que isto de alguma forma seja bom e te ajude.

.

Ora bem, primeiro ponto, pré vendas, isto é relativamente fácil, não há muito que dizer mas o que é uma pré venda? Isto vê-se muito com bandas de música que é dizer “olha, nós vamos ter esta t-shirt à venda dentro de algumas semanas. Faz já a tua encomenda, paga-nos e quando elas estiverem prontas eu envio-vos a t-shirt.”. E o que é que isto faz? Vai fazer com que tenhas algum dinheiro de avanço. Recebes logo o dinheiro da encomenda e só mais tarde, mais 2 semanas ou 3 semanas depois é que vais enviar a encomenda. Isto permite que tu juntes provavelmente todo o dinheiro que precisas para encomendar as peças e, mais importante ainda, não vais estar a comprar 50 M quando tens 20 pessoas a querer M e vão-te faltar L. Desta forma vais saber exactamente quais são os tamanhos que te interessa fazer e vais maximizar os teus lucros de imediato.

Não vais ficar com tanto stock parado, vais despachar quase tudo de uma vez só, é muito porreiro e consegues depois colocar outra encomenda e satisfazer outros pedidos.

Esta para mim é uma das mais importantes e das melhores formas de venda que há.

.

Segunda forma, crowdfunding. Isto é relativamente recente. Crowdfunding vê-se nos últimos 4 ou 5 anos. Para quem não sabe o que é crowd funding é quando tu lanças uma página e dizes “eu tenho este objetivo, ajudem-me financeiramente a atingi-lo e eu dou-vos isto em troca”. Muitas vezes acaba por ser quase como uma pré venda com a diferença que no crowd funding as pessoas podem dar 1€, 5€, 20€, 50€ e de acordo com o valor que derem tu vais dar prémios diferentes. Quem der 20€ leva uma t-shirt, quem der 50€ leva duas t-shirts + 50 crachás + 20 autocolantes, quem der 100€, tu até vais onde essa pessoa vive e vais-lhe dar um abraço e agradecer pessoalmente ou vais-lhe assinar a t-shirt, por exemplo. É uma forma de o conseguir fazer. Há algumas plataformas, até algumas portuguesas e eu vou colocar aqui na descrição pelo menos uma portuguesa que eu me estou a recordar e há o Kickstarter, o Indiegogo que são internacionais. Também pode ser bom se o teu mercado for internacional e também vou colocar o link dessas aqui na descrição.

Bom, pré vendas e crowdfunding já está.

.

Próximo, e esta é uma dica um pouco mais avançada. Também não é para todos e estou a falar de financiamento bancário. Antes de mais, eu sou o primeiro a dizer “não”, não façam. Não se coloquem em dívidas, não se coloquem em situações perigosas para vocês excepto em situações que vocês querem muito e não têm outra opção, aí força, mas assegurem-se que têm um bom empréstimo, um bom financiamento com taxas boas que não sejam excessivas. Mas financiamento bancário é sempre uma opção que é essencialmente endividares-te. Consegues lançar a tua marca, pagas tudo e depois, ao longo dos próximos meses ou anos vais pagando ao banco aquilo que deves. Esta é uma parte mais arriscada mas eu sei que há muitos projetos que começam assim, nós temos muitos clientes que fazem isto. Maior parte dá-se bem, outros pronto, não funciona para toda a gente. É aqui a parte mais arriscada.

.

Outra opção, quarta opção. Investidores externos. E quando estou a falar de investidores externos estou a falar de alguém que te dê 1000€ ou 5000€ em troca de 20% ou 25% da tua marca, o que significa que 20 a 25% dos teus lucros vão para aquela pessoa em eternidade. Essencialmente essa pessoa vai ficar a fazer parte da tua empresa ou da tua marca. Agora, podes ter investidores silenciosos, aqueles que entram com o dinheiro e não se pronunciam, confiam em ti ou podes ter um sócio e que contigo veja a melhor forma de andar para a frente.

.

Isto é bom se tiveres alguém que tem a mesma visão que tu ou alguém que simplesmente só está interessado na parte monetária e tu consegues levar as tuas coisas avante, o teu sonho consegue continuar em frente.

Se for alguém que quer estar dentro da marca e vocês vêm as coisas de forma diferente um do outro, se calhar isto não é para vocês. Eu sei que não é para mim, nunca conseguiria ter alguém aqui comigo a discutir qual seria o próximo passo a dar mas em casos de amigos, familiares, vejo isto várias vezes e em várias situações, quando tenho reuniões com clientes, vir um grupo de amigos, 3 ou 4 ou 2 e a marca é de todos, todos eles entram com x e fazem tudo em conjunto. É óptimo se toda a gente se der bem. Bom, pensem sempre no futuro nesta opção.

.

Última opção e esta é a mais básica, que é poupar dinheiro. Eu sei que é difícil às vezes e que o dinheiro desaparece de um momento para o outro. Gastam 0,50€ num pacote de pastilhas e de repente já gastaram 50€.

Eu aqui vou falar um bocadinho sobre mim nesta opção, porque foi exactamente assim que comecei a Maudlin.

.

Hoje se calhar já ninguém o diria mas eu comecei esta empresa com 90€. Foram 90€ que eu consegui em dias que não almocei, por fazer algum tipo de trabalho e ganhar uns trocos, deixei de ir ao cinema, sair com os meus amigos uma ou outra vez e consegui juntar este dinheiro com algum sacrifício. Na altura com 21 anos, vivia à custa dos meus pais na universidade. Ou seja, o meu dinheiro tinha de dar para a universidade, para a casa, para tudo e mais alguma coisa, mas consegui juntar estes 90€ e comecei a fazer algumas t-shirts, com o dinheiro dessas t-shirts fiz mais e fui crescendo assim aos bocadinhos, sempre reinvestindo o dinheiro uma e outra vez e de 90€ já… felizmente sou um sortudo que já tenho 10 funcionários mas as coisas por vezes devagarinho vão ao longe e demorei 11 anos mas cheguei a um ponto em que me começo a sentir feliz com aquilo que fiz.

Por isso, poupança, poupar dinheiro às vezes é… 90€ aqui, gastas 85 nas peças, vendes aquelas 20, 15 peças por 150€ ou 200€ e já duplicaste o teu dinheiro e volta a investir e volta a investir e vais crescendo assim.

Chega a uma determinada altura que já tens dinheiro suficiente para cumprir os teus sonhos e fazer as tuas coisas.

.

E pronto, são estas 5 formas de financiar uma marca de roupa. Se te lembras de mais alguma coisa, se algo do que eu disse não faz sentido para ti, comenta aqui em baixo, diz-me e tenho todo o prazer em responder-te ou fazer um próximo vídeo com algo em que tu toques agora.

.

Vamos a isso pessoal e obrigado por teres visto isto até ao fim.

Obrigado e até à próxima.

estampagem têxtil

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest
Email

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Personalização Têxtil

Estamos disponíveis para te ajudar a criar a tua marca de roupa ou o teu merchandise personalizado com os teus próprios logótipos.

Trabalhamos para empresas e privados sem mínimos de produção.

Posts Recentes
Segue-nos