Marcas de Roupa, Perguntas Frequentes

Como vender roupa no Facebook (Pt. 1)


Não há como negar que o Facebook é uma ferramenta essencial na vida de muitas pessoas e empresas.

Embora eu não seja a favor de "colocar todos os ovos no mesmo cesto" - que é como quem diz, apostar SÓ no Facebook para gerar vendas, é sem dúvida uma oportunidade que não podemos deixar escapar.

 

O Facebook traz-nos cada vez mais oportunidades. Com um ecossistema enorme e com mais de 6 milhões de portugueses na plataforma, não há como fugir à evidência da importância das redes sociais na nossa vida e nas vendas de uma marca de roupa.

 

Para evitar que este artigo seja demasiado grande, vamos dividi-lo em duas partes.

 

Neste artigo vais aprender alguns pontos essenciais:

  • Criar uma página de fãs para a tua marca
  • Angariar fãs para a tua página
  • Utilizar de forma estratégica os anúncios do Facebook
  • Como criar publicações que gerem interação

 

No próximo artigo falaremos de alguns outros pontos mais a fundo.

 

Faz uma página de fãs

Este é o primeiro ponto e sim, eu sei que é básico e que não estou a ensinar nada de novo mas, a criação de uma página de fãs é o primeiro ponto desta aventura que é vender roupa online. Podes começar por tentar "apalpar terreno" no teu próprio perfil, mas para seres levado/a a sério e crescer para além da tua base de amigos, precisas de uma página de fãs para a tua marca.

 

Angaria fãs para a tua página

Aqui é quando as coisas começam a complicar um pouco mais e é preciso criar uma boa estratégia. Pessoalmente, tenho muita resistência em meter "gosto" em páginas e penso que o sentimento é muito comum, pelo que é importante que faças bem as coisas.

 

1.  Começa por convidar os teus amigos e pessoas que aches que possam ter interesse em comprar t-shirts da tua marca de roupa.

 

2. Faz alguns posts no teu perfil pessoal em que falas da tua marca. Não faças o típico artigo em que metes algumas fotos e pedes likes. Vai partilhando a tua ideia e o teu conceito, pede opiniões e faz com que a tua marca vá aparecendo no feed dos teus amigos através da tua página pessoal. Isto vai-te gerar mais gostos na tua página de fãs.

 

3. Quando sentires que tens um público suficiente na tua página de fãs, começa a promovê-la da mesma forma. Faz posts a falar sobre a marca e os artigos (pega por exemplo na qualidade das camisolas e porque é que escolheste aquele modelo (algodão orgânico, corte diferente, método de personalização ecológico, etc).

 

Utiliza os anúncios do Facebook

Esta não é uma opinião popular mas não há como negar que funciona. Atenção que não dizemos para gastares 100€ em anúncios. No Facebook podes gastar 1€/dia e é isso mesmo que eu recomendo. Podes fazer um anuncio de um só dia ou - o que aconselhamos - fazer anúncios permanentes. Faz um anúncio durante 15 dias (1€/dia = 15€) e outro diferente logo após o término do primeiro.

Em um mês investes 30€ na tua marca e posso garantir que vais crescer a tua comunidade de fãs.

 

Atenção que isto não é o mesmo que comprar gostos. Não sejas Isaltino, preocupa-te em qualidade dos fãs, não em quantidade. Não te vale de nada teres fãs do Egipto se não tens interesse nesse mercado. Segmenta bem as coisas.

 

Não faças também um simples "boost" a uma publicação de uma fotografia. Cria um post específico para esse anuncio ou pega num que esteja a receber bom feedback. Acima de tudo, tens de criar algo que desperte a atenção das pessoas. Pode ser uma foto ou um vídeo (recomendado) e um pequeno texto a falar sobre a marca. Algo que faça com que tu quisesses meter gosto na página.

 

Não utilizes como base os 6 milhões de pessoas que têm Facebook em Portugal ou toda a gente na Europa. Segmenta!!

Para segmentares é importante conheceres o teu público alvo, a quem queres vender a tua marca.

 

Eis um exemplo:

  • Queres vender a tua marca a homens entre os 18 e os 30 anos que gostem de surf.

 

Na descrição do público alvo vais selecionar a idade das pessoas, o sexo e a região. Para a região podes querer Portugal inteiro ou apenas a tua cidade. Para efeitos de teste e demonstração, vamos dizer que és dos nossos e queres vender a pessoas de Aveiro.

De repente os 6 milhões de Portugueses transformaram-se em alguns milhares apenas. Agora já só vão ver o teu anuncio os residentes de Aveiro que gostam ou praticam surf. Equivale a ter uma loja num destino de surfistas, é mais fácil encontrares assim o teu público alvo e gerar "buzz" à volta da marca, evitando todos o curiosos que não acrescentam nada à tua comunidade.

 

Interage com esses fãs

Não tentes estar sempre a forçar vendas. Um dos maiores erros que vemos no Facebook é as marcas a não terem personalidade, a querer só impingir t-shirts. Posts a dizer "go go go" ou "15€, encomendas por mensagem" são mais que muitos e são a pior coisa que podes fazer.

Os teus fãs não são mealheiros, trata-os como pessoas e usa o Facebook para comunicar com eles, não para vender.

Cria uma conversa, faz artigos que os levem a meter gostos e a comentar nas tuas publicações.

Sabias que sempre que alguém faz um comentário numa publicação da tua página de fãs, esse comentário aparece no feed dos amigos dessa pessoa? Através de um só comentário consegues chegar a mais algumas dezenas/centenas de pessoas.

Se conseguires uma boa interação com os fãs rapidamente substituis o investimento financeiro dos anúncios por alcance orgânico (pessoas que vêem as tuas publicações e página sem teres de pagar por isso).

 

Faças o que fizeres, não deixes a tua página de fãs ganhar pó. Responde aos comentários, publica frequentemente, vê o que as pessoas gostam e optimiza nesse segmento.

 

 

No próximo artigo vamos continuar a falar sobre como vender roupa no Facebook com alguns tópicos mais aprofundados e dicas que garantidamente funcionam.

 

Artigos Relacionados

  • Como vender uma marca no FacebookComo vender uma marca no Facebook O Facebook não está nisto para que tu faças vendas ou cresças o teu negócio, a única coisa que lhes interessa é ganharem o dinheiro deles a vender os teus dados ou a fazer com que tu […]
  • Marketing no Facebook – Uma simples dicaMarketing no Facebook – Uma simples dica Vamos parcialmente recuperar um artigo de Setembro de 2010 em que falámos pela primeira vez no facebook e em como as empresas o utilizam (de forma errada). Na altura referimos que ainda […]
  • O que aprendi ao fazer um passatempo no FacebookO que aprendi ao fazer um passatempo no Facebook A Maudlin Merchandise sempre foi uma empresa muito próxima dos seus clientes. O nosso fundador sempre sentiu que há vantagens em ter uma proximidade junto de toda a gente, sejam eles […]

No Comments

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.