Marcas de Roupa, Vídeos

Como promover uma marca de roupa com influenciadores (Video)


.

TRANSCRIÇÃO

.

Olá pessoal, daqui é Jorge Vieira mais uma vez para a Maudlin Merchandise e eu hoje vou-vos falar sobre influenciadores e marketing.

Eu já dei aqui uma dica há algum tempo, podem vê-la aqui, uma dica assim muito pequenina sobre formas de fazer marketing para marcas de roupas, mas eu hoje queria focar-me um bocadinho mais nos influenciadores, que é algo que agora está muito na moda e acho que é importante, porque é uma coisa recente, muito pouca gente sabe como aproveitar e mesmo nós ainda estamos aprender como é que tudo isto funciona e ao falar convosco também estou aqui a pensar, por isso, vamos lá a isto.

Porque é que devemos apostar em marketing através de influenciadores e há aqui algumas coisas que são interessantes. Primeiro, antes de mais, o que são influenciadores? Eu já o referi noutro vídeo, já vos mostrei, influenciadores são aquelas pessoas que têm muitos seguidores no Youtube, Instagram, Facebook, nas redes sociais, aquelas pessoas que têm poder de influenciar a decisão de outras, ou seja, eu posso dizer, eventualmente e não me estou aqui afirmar como tal, mas posso dizer que sou um influenciador na área do têxtil promocional, porque tenho, eu enquanto empresa, temos vários seguidores, pessoas que vêem este tipo de vídeo e seguem os nossos conselhos, se eu digo que determinada marca é boa as pessoas tendem acreditar em mim, porque já me conhecem, tenho um histórico, ou seja, eu tecnicamente poderia ser considerado um influenciador, não me considero como tal não é esse o meu objectivo, mas um influenciado acaba por ser isto é alguém que reconhecemos como líder numa determinada área ou um ídolo no estilo de vida, por exemplo, e associar uma marca aquela pessoa é benéfico para a mensagem da marca. Isto dito de forma assim muito simples é isto um influenciador: é alguém que, se vamos falar de números, tem 5, 10, 15, 20, 50 mil seguidores em determinada plataforma e publica coisas nessa plataforma que essas pessoas dão realmente valor e, normalmente, isso tem sempre o seu custo monetário, mas que por vezes justifica. É uma decisão que tem de ser tomada por vocês, se o custo justifica se não, não há valores definidos, não há tabelas definidas, cada influenciador tem o seu próprio custo.

Bom, então, agora que já está definido, porque é que devemos apostar em influenciadores? Ora bem, como eu referi, estas pessoas têm seguidores, tendo seguidores elas vão dar-te uma coisa chamada brand awareness, ou seja, a tua marca vai passar a ser um bocadinho mais conhecida naquele nicho, no nicho das pessoas que seguem aquele influenciado e quando estamos a falar de um núcleo de dezenas de milhares de pessoas é um brand awareness bastante interessante e positivo que antigamente só estava disponível para televisões, para jornais, tinha de se gastar muito mais dinheiro para se conseguir o mesmo retorno, hoje em dia há muito mais opções, há muito mais escolhas e conseguimos fazer uma campanha de forma muito mais económica.

Pronto, estas pessoas também vão criar algum valor extra, porque se estamos a falar de uma pessoa que por acaso até tem algum poder financeiro e usa peças de roupa de qualidade, de marcas reconhecidas, tu ao convencer essa pessoa a usar a tua marca ela também vai estar a criar valor, ou seja, pode ser a diferença, às vezes, entre tu poderes colocar uma peça de roupa à venda por 10 € ou por 20, é o facto de determinadas pessoas utilizarem essa marca e tu poderes utilizar isso enquanto plataforma de marketing. Pronto, já são aqui duas vantagens muito boas para apostar em influenciador.

Mais, estas pessoas, regra geral, criam conteúdo, são contet creators, são pessoas que tiram fotografias para colocar no Instagram ouno Facebook, são pessoas que fazem vídeos no Youtube ou para o Facebook também e criam, geram ali algum valor, não é uma coisa, como é que eu hei de explicar isto, não é simplesmente uma fotografia do teu artigo a dizer ‘Olha, tão bom, compra já’, estas pessoas vão realmente fazer uma coisa em condições, vão tirar uma foto que nem parece publicidade, em muitas das situações não há qualquer referência a publicidade, isso torna as coisas mais orgânicas, tu olhas para uma fotografia, por exemplo, do Casey Neistat vês que ele está a usar, e quem não conhece o Casey está aqui o link um dos melhores vloggers do mundo, vês que ele usa uma Boosted board e está ali a criar valor, as pessoas, a Boosted consegue cobrar mais porque tem pessoas com as características dele a usar o artigo e isto em termos de marca de roupa funciona exatamente da mesma forma, é lá está a diferença entre cobrares 10 ou 20, é determinadas pessoas usarem e ser reconhecido valor a isto.

Próximo ponto, vão gerar vendas e isto é bastante importante. Como é que eu hei de explicar, há aqui duas formas que eu vejo de gerar vendas, podes fazer uma coisa, podes simplesmente dar um cupão de desconto para esse influenciador dar aos seguidores, por exemplo, ‘Olha, estou a utilizar uma t-shirt X, podes comprar aqui com um desconto’ e nós vemos muito isso, hoje em dia, na Prozis, por exemplo, o Rui Unas, qualquer tipo de influenciador, o Ainanas e afins, todos eles têm códigos de desconto para a Prozis em que dão 10% de desconto, 5% de desconto, portes de envio grátis e afins, há aqui uma série de coisas e este dos descontos é o mais habitual. Outra opção, e para mim esta é mais interessante, tanto para a marca como para o influenciador, o que vai gerar ali alguns ganhos para ambas as partes é um código de referral e como é que isto funciona, um referral é uma palavra difícil de dizer até, é um código que se mete, por exemplo, atuamarcaderoupa.com/nomedoinfluenciador, em que por cada venda gerada através daquele link direto o influenciador recebe uma comissão, recebe um valor acordar entre ambas as partes, para mim esta é a forma mais fácil para a marca e mais interessante também para o influenciador, porque o influenciador vai ganhar dinheiro de acordo com as vendas que forem criadas. Ou seja, em alguns casos vocês até podem simplesmente dizer ‘eh pah, eu ofereço duas ou três t-shirts , tens aqui este código, o teu pagamento vai ser de facto o engagement que conseguires e as vendas que forem geradas por ti’ e isto, para a marca torna-se mais barato, do que simplesmente pagar e ainda dar um código de desconto e para o influenciador é uma motivação extra para fazer algo diferente e que realmente faça as pessoas ir comprar os vossos artigos.

E é isto, são uma, duas, três, três ou quatro formas de apostar em marketing através de influenciadores e para o ramo das marcas de roupa, outros ramos terão outras formas, por isso vão ao Youtube, vão ao Instagram vejam quem é que está a usar roupa, toda a gente, mas vejam quem é que pode ser considerado um influenciador, quem é que no vosso nicho é considerado uma pessoa importante, um líder e enviem-lhes um e-mail, enviem-lhes uma mensagem, quem sabe talvez essa pessoa tenha interesse em promover e ser também promovido ao mesmo tempo e ganhar uns trocos, nunca se sabe.

Bom, ficamos agora por aqui. Eu espero que este vídeo tenha sido bom, que tenha-vos dado alguma ideia, digam algo nos comentários, coloquem um like neste vídeo e vemo-nos no próximo.

Obrigado e até à próxima.

Artigos Relacionados

No Comments

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.