Notícias

NOVAS T-Shirts B&C - Novos tamanhos, mesma qualidade


Eis que depois de mais de uma década nesta indústria, finalmente vejo a B&C a atualizar o seu modelo de t-shirt base, a Exact 150 (versão homem e mulher).

Ora, isto pode não parecer importante para muitos, mas a verdade é que faz uma diferença gigante para nós e traz-nos muitas (boas!) dores de cabeça.

 

Antes de mais, a B&C é uma das minhas marcas favoritas de têxteis promocionais. Sou muito crítico na direcção que estão a seguir (nomeadamente o fiasco que foi o lançamento das novas camisolas com e sem capuz), mas trabalhei de forma quase exclusiva com a marca durante alguns anos, antes de existirem opções com melhor corte como a Mukua e a TH Clothes.

 

Qual era o problema do corte das t-shirts da B&C? 

Bom, muito resumidamente, as t-shirts B&C pareciam sacos de barata. É feio de o dizer mas é o termo que eu usava perante os clientes quando lhes mostrava as opções que tínhamos. Nenhum discordou comigo. NENHUM!

Era aquela t-shirt quadrada em que eu tinha - literalmente - de usar um tamanho de criança para me ficar decente em comprimento e mesmo assim cabiam dois de mim em largura lá dentro. Tinham aquele corte de t-shirt promocional que já ninguém usa desde os anos 80.

O incrível para mim é como é que demoraram e resistiram tanto tempo a mudar (claro que devemos ter em conta que são uma marca belga e o mercado deles é a Europa Central, onde os cachorros quentes e a cerveja dão um efeito mais... encorpado... às pessoas).

 

Em Portugal a B&C perdeu muito mercado

Posso dizer - e não estarei a falhar por muito - que em 2011 vendia 95% t-shirts B&C e em 2017 vendemos 2% de t-shirts B&C (unicamente por haver cores que não havia em outras marcas). Desaconselhámo-la por completo porque sabíamos que não conseguiríamos estar no mercado que queríamos se as continuássemos a utilizar.

 

Primeiro com a entrada da Mukua em cena (os donos da Mukua tinham a distribuição exclusiva da B&C até há poucos anos) e depois também com a TH Clothes, as opções no mercado aumentaram, com concorrência com t-shirts de igual ou superior qualidade, com melhores cortes e a preços mais baixos. Mas isso pouco interessa à B&C. Afinal, somos 11 milhões de Portugueses num universo de centenas de milhões de t-shirts que eles vendem por ano. Somos estatisticamente insignificantes.

 

E este novo corte? O que vem trazer de novo?

Bem, a verdade é que esta é a questão mais complicada que eu poderia colocar a mim próprio. Abandonei a B&C em detrimento de um corte excepcional e uma gramagem muito boa na Mukua. O problema é que desde que a Mukua foi lançada, a qualidade das t-shirts base tem caído de forma abrupta ano após ano. Como exemplo, nos últimos 3 anos (2016, 2017 e já em 2018) a Mukua lançou 3 versões diferentes da mesma t-shirt (MK160, MK166 e MK022). SIM, lançou e retirou do mercado duas vezes em dois anos a mesma t-shirt. Teve outros modelos de gama superior e inferior que duraram pouco mais de 6 meses no mercado até as "reformarem". Será que à terceira será de vez? Fica para outro artigo..

 

Na Maudlin deixámos de lado a B&C em detrimento de uma marca que acabámos por também ser forçados a abandonar (pela instabilidade do corte e qualidade).

Apostámos de seguida na TH Clothes a partir de 2014, tendo solidificado a parceria em 2016 (devido aos problemas com a Mukua), com a qual temos uma relação incrível e não podíamos deixar de aconselhar. É a t-shirt que aconselhamos e vendemos à grande maioria dos nossos clientes, incluindo marcas de roupa. Tem um óptimo corte, imprime extremamente bem e é suave.

 

A nova T-Shirt B&C vem com um sentimento agridoce.

Isto porque das t-shirts que vendemos é uma das que tem melhor toque e acabamentos. A gramagem (grossura e suavidade ao toque) são igualmente impressionantes.

O novo corte, pela experiência que já tivemos com as t-shirts, é FINALMENTE adaptado ao século 21, sendo considerado "retail ready" e é muito confortável de vestir.

Nova T-Shirt B&C

 

Modelo antigo B&C

 

As diferenças são óbvias. Olhemos para a manga e para a largura. Nota-se claramente que é uma t-shirt que se pode vender, não serve apenas para limpar o carro ou dormir.

 

O seu problema e aquilo que teremos agora de ultrapassar é toda a publicidade negativa que foi sendo feita à marca (inclusivé por nós) a todos os clientes.

É um trabalho que irá demorar anos a ser feito e nem nós sabemos ainda muito bem qual será o nosso posicionamento comercial perante estas t-shirts.

 

A verdade é uma. A B&C VOLTOU! a ser um player nos têxteis promocionais básicos e a complicar-nos a vida ao dar mais uma opção de escolha aos nossos clientes.

 

 

Artigos Relacionados

  • Mukua ou B&C – Qual escolher?Mukua ou B&C – Qual escolher? Um dos grandes problemas (o maior, talvez?) de adquirir têxteis pela internet é o tamanho das peças. É grande? É pequeno? As medidas são europeias ou americanas? Existem sempre mais […]
  • Marcas RepresentadasMarcas Representadas Um dos pilares do nosso sucesso é a qualidade; procuramos apresentar o máximo de qualidade em tudo o que fazemos; por isso é que utilizamos as melhores tintas na serigrafia, o melhor papel […]
  • Comparação de qualidade entre Camisolas da B&C (Video)Comparação de qualidade entre Camisolas da B&C (Video) https://www.youtube.com/watch?v=-R0F_NlULJ4 . TRANSCRIÇÃO . Olá pessoal, Daqui é Jorge Vieira com mais um vídeo para a Maudlin Merchandise. E hoje o vídeo vai ser um bocadinho […]

No Comments

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.