Marcas de Roupa, Outros Artigos, Tutoriais

Como criámos uma marca de roupa quase sem investimento - Parte 1


Se já segues o nosso blog há algum tempo, sabes que falamos muito sobre como criar uma marca de roupa mas que, na realidade, nunca o fizemos. Costuma-se dizer em inglês "put your money where your mouth is" e foi exactamente isso que decidimos fazer.

.

Iniciamos hoje uma série de 4 artigos em que demonstramos a criação de uma marca de roupa com o único propósito de demonstrar o quão fácil realmente é. O nosso objectivo não é criar vendas, trata-se unicamente da forma prática de como o fazer.

.

O nosso artigo será dividido da seguinte forma:

  1. Proposta / Investimento / Passos necessários
  2. Designs
  3. Marketing para dar a conhecer o negócio
  4. Produção e propostas de valor

.

.

Proposta

.

A primeira coisa a fazer quando criamos uma marca é saber o que queremos fazer.

Que tipo de marca queremos desenvolver? Queremos apostar em textos? Queremos trabalhar com imagens?

Que tipo de artigos queremos vender? Vamos apostar em t-shirts ou queremos calças, camisas, etc?

O que é que temos de especial, de único? Conhecemos alguém famoso que esteja disposto a usar as nossas peças? Temos bastantes amigos que possam ser influentes e espalhar a nossa mensagem?

Queremos passar alguma mensagem política? Queremos só divertir-nos?

.

Acima de tudo, precisamos saber qual é a nossa proposta de valor. Porque é que nós, o Zé Manel, vamos ser diferentes de todos os outros que tentam fazer uma marca de roupa? Num mercado tão saturado, a diferenciação é extremamente importante. Fazer algo diferente dos outros é essencial para construirmos um nome, um following.

.

.

No nosso caso, quisemos brincar um pouco e fazer uma marca baseada em textos inspiracionais ou divertidos, coisas que se possam tornar de alguma forma virais.

.

.

Investimento

.

O investimento é sempre uma parte sensível. Quanto dinheiro temos para investir? Normalmente pouco, o mínimo possível, claro. Mas é essencial quantificar se temos 50/100/250/500€ para investir na marca.

Esta informação irá influenciar todo o desenvolvimento da marca e será importantíssimo para a forma como a iremos trabalhar e apresentar.

.

Após definir quanto dinheiro temos para investir, temos de definir como é que o vamos investir. Dos 500€, é tudo para as t-shirts e logo fazemos uma página de facebook e logo vemos?

.

.

No nosso caso, optámos por iniciar com um investimento de 300€. Como não pretendemos fazer algo que ganhe muita visibilidade, optámos por um valor relativamente baixo.

.

Definimos a seguinte estrutura de gastos:

Site = 40€ (domínio, servidor, template para o site)

Designs = 80€ (não somos designers, optámos por comprar algumas imagens de um banco de imagens)

Marketing = 50€ (anúncios no facebook)

T-Shirts e impressão = 130€

.

Esta é a nossa estrutura inicial de gastos, não significa que no final acabe mesmo assim. Verás mais à frente que fizemos algumas alterações a estes custos.

.

.

Passos necessários

.

Na realidade os passos necessários já quase estão definidos na nossa estrutura de custos acima. Ainda assim, entre o momento em que definimos no papel a nossa estratégia e o momento em que metemos mãos à obra, algumas coisas mudaram.

Quando iniciámos este projecto tínhamos definido que iríamos avançar com um site para vender as nossas t-shirts. 

Optámos por registar um nome para a marca, chamada Zebwa Clothing, registámos o site e comprámos um template para uma loja WordPress. Isto custou-nos cerca de 40/45€. Como já temos um servidor onde alojamos o site da Maudlin Merchandise, acabámos por poupar 10€/ano.

Após analisar melhor o mercado, acabámos por decidir avançar com uma loja gratuita no Etsy, um portal de venda de t-shirts e artigos feitos à mão.

Esta loja é gratuita, e, o mais importante, a nossa loja/marca é pesquisável no portal, poupando-nos bastante trabalho na construção do marketing da marca.

.

.

Após definir como e onde iríamos vender, criámos também uma página no Facebook para a nossa marca, unicamente porque hoje em dia é absolutamente essencial fazê-lo para ter mais um canal de promoção para a marca.

.

.

Num próximo artigo falaremos um pouco como é que alguém sem experiência ou conhecimentos de design pode criar imagens/textos interessantes e que possam ser vendáveis.

.

Artigos Relacionados

2 Comments

  • Reply Como criámos uma marca de roupa quase sem investimento - Part 2 - Blog Maudlin Merchandise 27/06/2016 at 10:52

    […] Proposta / Investimento / Passos necessários […]

  • Reply Como criámos uma marca de roupa - Parte 3 - Maudlin Merchandise 14/07/2016 at 11:25

    […] Proposta / Investimento / Passos necessários […]

  • Leave a Reply

    Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.